ARTIGO: O papel do setor saúde no enfrentamento a violência sexual contra crianças e adolescentes

Artigo de autoria: Fernanda F. Falcomer – Psicóloga da Secretaria de Estado e Saúde do DF, Gestora do SUS do DF na área do enfrentamento a violência.


As Redes de Saúde deverão estar aptas a identificar, acolher, notificar e atender as pessoas em situação de violência sexual. Toda a Rede tem um papel importante na atenção integral a vítima de violência. Desde as equipes da Atenção Primária, NASF, SAMU, UPAs e Pronto socorro hospitalares, policlínicas, os ambulatórios especializados e os Serviços de referência para violência sexual, até os procedimentos mais complexos como as cirurgias reparadoras, UTI, incluindo os Centros de reabilitação e serviços de saúde mental, os CAPS. Estes últimos, atuam principalmente nas situações em que já existem comorbidades psiquiátricas em decorrência das violências.

Leia o artigo clicando aqui.

590 visualizações

Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

www.facabonito.org.br | Contato